Saúde da mulher

Cisto na garganta: causas, tipos, sintomas, complicações e formas de tratamento

O problema da formação de cisto na região da garganta pode tocar absolutamente todo mundo, e inesperadamente. As razões exatas que provocam sua aparição ainda não foram estabelecidas. Os estágios iniciais do desenvolvimento podem prosseguir absolutamente despercebidos, mas quando a patologia atinge um tamanho grande, seu tratamento se torna um assunto urgente.

O que é um cisto? Seus tipos

Qual é o cisto como tal?

Esta neoplasia pertence à categoria de tumores benignos.

Cisto na garganta: causas, tipos, sintomas, complicações e formas de tratamento

Pode surgir espontaneamente e completamente em diferentes órgãos do corpo humano. A área do pescoço também pode sofrer. Na verdade, não é especificamente um tumor, mas um frasco cheio de líquido.

As paredes dessa bolha formam os tecidos do órgão afetado. O líquido praticamente transparente no curso normal da doença desenvolve as paredes do neoplasma.


O cisto no pescoço da garganta não representa uma ameaça para a saúde humana até que tenha crescido consideravelmente. Além disso, há outro risco - sua ruptura. Neste caso, além de dor intensa e sangramento, observa-se um vazamento de líquido que enche a bexiga, que pode resultar em infecção sangüínea. Além disso, o perigo reside no fato de que a formação de células pode começar na formação, e isso pode levar ao câncer.

Falando especificamente sobre a patologia localizada na garganta, vale a pena destacar vários dos seus tipos, dependendo do local de origem.

Existem esses tipos de coisas:

  • cisto da laringe;
  • epiglote;
  • ar (laringocele);
  • cordas vocais;
  • cisto da prega vocal.

As neoplasias podem aparecer na raiz da língua, no céu e nos arcos palatinos, isto é, praticamente em qualquer área da garganta. Vale a pena notar que os homens são mais propensos ao surgimento de formações desse tipo. Em particular, isso se aplica aos homens que cruzaram a fronteira da meia-idade.

Sintomas de manifestação

Tal tumor começa a desenvolver-se completamente imperceptivelmente. No início do seu crescimento, não difere dos tecidos saudáveis ​​com nada, nem mesmo cor. Manifestações dolorosas também não são observadas. Somente depois de algum tempo, o paciente pode notar os primeiros sintomas. Muitas vezes eles são encontrados quando o crescimento atinge um tamanho tal que é simplesmente impossível não notar.

Então, os sintomas do cisto na garganta são:

  • sensação de desconforto ao engolir;
  • sensação da presença de um corpo estranho;
  • respiração prejudicada;
  • mudança de voz, rouquidão;
  • dificuldade na função de fala;
  • inchaço protuberante no pescoço;
  • tosse.

A tumescência quando pressionada não responde com dor e desaparece por um tempo. Com o aumento da educação, engolir e função respiratória é significativamente dificultada, a voz pode desaparecer completamente. Quando um exame visual revela um tumor, suave e indolor. Às vezes, o tecido das paredes pode adquirir uma coloração amarelada ou avermelhada. No resto, nenhuma manifestação é observada.

Causas da aparência

O que pode causar o cisto na garganta?

A fim de determinar a natureza da neoplasia diferenciar 4 categorias.

Cisto na garganta: causas, tipos, sintomas, complicações e formas de tratamento
  • Congênita. Nascem na fase de desenvolvimento embrionário do feto devido à ruptura da formação do tecido laríngeo.
  • Secundário Ocorre devido à degeneração de outros tumores anteriormente emergentes. Como exemplo, pode-se considerar uma patologia desenvolvida a partir de miomas.
  • Retenção Na laringe, há um bloqueio do ducto excretor. Por esta razão, o líquido estagnado começa a pressionar suas paredes e as puxa, formando uma bola.
  • Dermóide. Semelhante ao tipo anterior, mas neste caso o conteúdo interno da bola é representado por uma substância viscosa. As paredes do neoplasma são mais densas. Os tumores dermoides também podem estar associados a patologias de desenvolvimento intra-uterino.

As razões para o entupimento do ducto glandular do pescoço podem ser muito diversas. Os mais frequentes são fatores como o ingresso de micropartículas de detritos ou espessamento do segredo interno. Para provocar o crescimento do cisto, outros tumores ou cicatrizes deixados após a sua remoção podem ocorrer.

Além disso, o modo de vida da pessoa e alguns outros fatores afetam esses processos no corpo. O grupo de risco inclui pessoas que levam um estilo de vida pouco saudável, bem como moradores de grandes megacidades.

Os fatores de risco incluem:

  • fumar;
  • beber álcool;
  • encontrar em um ambiente poluído pela poeira;
  • ignorando as regras de higiene bucal;
  • predisposição genética.

Consequências e complicações

O principal perigo do desenvolvimento desses cistos é o efeito direto sobre a função respiratória desimpedida. Se o neoplasma não causar desconforto e não prejudicar o corpo, não é necessário removê-lo. Muitas pessoas vivem com essa educação, sem sequer saberem da sua presença.

Mas os sintomas especificamente manifestados devem alertar a pessoa. Se o tumor passou para uma fase de crescimento ativo, o tratamento é uma medida urgente.

Caso contrário, tais complicações podem se desenvolver:

Cisto na garganta: causas, tipos, sintomas, complicações e formas de tratamento
  • inflamação dos tecidos, supuração do conteúdo interno da bexiga;
  • intoxicação do corpo;
  • asfixia resultante da obstrução do acesso aéreo pelo tumor no lúmen da faringe;
  • malignização ou, em outras palavras, transformação em tumor maligno.

A fim de evitar tais conseqüências de tratamento descuidado de sua saúde, você deve visitar regularmente um médico e monitorar o desenvolvimento da educação.

Quando há desconforto na garganta ou a presença de outros sintomas que indiquem o desenvolvimento de patologia, você precisa procurar imediatamente ajuda de um especialista.

Diagnóstico e tratamento

Este problema é geralmente descoberto por acaso, por exemplo, quando examinado por um dentista ou um otorrinolaringologista. Para esclarecer o diagnóstico, é melhor realizar um estudo ultra-sonográfico que forneça uma imagem clara da extensão do crescimento do tumor e sua natureza. Para tratar a patologia localizada na garganta, várias abordagens são aceitáveis.

Basicamente, isso é uma remoção do tumor por um dos seguintes métodos:

  • excisão completa da educação junto com seu conteúdo. Neste caso, o paciente é colocado em um estado de anestesia geral, e a bexiga é cortada juntamente com seu conteúdo;
  • o chamado morder. Dependendo da localização do neoplasma pode ser realizado sob anestesia geral e sob anestesia local. A essência do método é que uma parte da parede de formação é removida e então seu conteúdo é bombeado para fora;
  • piercing. Os tecidos inchados são perfurados com uma agulha e, em seguida, o líquido é removido da bexiga e a cavidade é sanitizada.

O método mais simples e rápido é o último método. No entanto, deve-se ter em mente que, neste caso, existe o risco de reincidência da educação no mesmo local ou em outra parte do pescoço.

Se antes do tratamento da educação cística na garganta é necessário um processo inflamatório com intoxicação subseqüente do corpo, além de remover a patologia, este problema deve ser eliminado. Neste caso, anestésicos locais e antibióticos são usados ​​para conter o crescimento do número de bactérias e sua completa destruição.

Quanto aos remédios populares para o tratamento de cistos da garganta, eles devem ser usados ​​com cautela. De fato, nenhum desses métodos é capaz de livrar completamente o paciente do problema.

A educação pode impedir seu crescimento ou desaparecer completamente por conta própria.

Cisto na garganta: causas, tipos, sintomas, complicações e formas de tratamento

Alguns acreditam que tal resultado é fornecido por remédios populares. Talvez, em parte, possam afetar o problema, mas não há garantia de cem por cento de segurança e eficácia do método.

Os remédios populares sugerem o uso de componentes predominantemente vegetais. Uma das variantes de medicamentos é uma mistura de rosa de mesa e mel de flores (2: 1), que deve ser tomado 2-3 vezes ao dia (1-2 colheres de sopa antes das refeições). O cuidado deve ser usado por pessoas com doenças gastrointestinais e alérgicas.

Quando um cisto da garganta é detectado, é necessário monitorar regularmente o desenvolvimento da neoplasia. Se não houver efeitos colaterais, você não precisa se preocupar com sua saúde. Em caso de agravamento, consulte um médico imediatamente para resolver o problema.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

24 + = 30